fbpx

Visita ao Sítio Nossa Fazenda

O estudo de campo do 3° ano aconteceu no bairro de Parelheiros


Os alunos do 3° ano visitaram, nos dias 22 e 24, o Sítio Nossa Fazenda, localizado no bairro de Parelheiros.

O Projeto Integrador da Série tem como tema Paisagens. A abordagem da temática se dá não somente através da observação do espaço físico, mas, também, das sensações que ele propõe. A proposta da visita ao bairro partiu do objetivo de estabelecer paralelos entre paisagens urbanas e rurais.

Antes dessa saída, os alunos visitaram o Pico do Jaraguá e a Avenida Paulista. A nova perspectiva promovida pelo sítio possibilitou aos alunos observações sobre o entorno: quais são as dificuldades que os moradores encontram, quais são os serviços oferecidos em cada uma das áreas e se estes são efetivos.

Chegando ao sítio, os estudantes foram recebidos pela educadora Stella e pela proprietária, Valéria. As duas acompanharam as turmas durante todo o trajeto pela propriedade. Os principais exemplos de alternativas sustentáveis presentes no Nossa Fazenda são o banheiro seco e a fossa biodigestora, além da plantação de produtos orgânicos, a presença de poço artesiano e o estímulo a um pensamento ecologicamente correto.

Um dos exercícios propostos no caderno de campo era uma entrevista com Valéria sobre a sua vida. Nascida no bairro de Guaianases, ela contou como foi sua infância, a mudança para Parelheiros e sobre a sua vida atual. “A ideia de morar aqui e de abrir o sítio para visitação é que as pessoas entendam que é possível ter um cotidiano sustentável mesmo em uma grande metrópole, como São Paulo”, disse ela.

A entrevista teve como objetivo também a observação da relação que as moradoras desenvolvem com o ambiente, como explica Flávia Elisa, professora do 3° ano B.

“É uma oportunidade de entenderem essas soluções sustentáveis e de como as moradoras se relacionam com aquele espaço, o que também os ajuda a compreender que São Paulo é grande e diversa, que a cidade tem diferentes sentidos e representa coisas distintas para cada um“.

O aluno Nicolas Zammataro contou que o que mais chamou a atenção dele foram as distinções entre as paisagens que fizeram parte dos estudos de campo:  “No sítio, eu consegui observar diferenças entre Parelheiros e a Paulista. A Avenida é um lugar mais urbano e tem muita gente. Já o Nossa Fazenda tem muitas mais árvores e o número de pessoas é menor”.

Para Alice Kohl, o contato com os animais foi a melhor atividade da vivência. “O que eu achei legal lá é que a plantação não tem agrotóxicos. O céu é mais azul, tem muitas plantas e tem os animais, que foram a minha parte preferida”.

Flávia conclui que o projeto de série, além de expandir horizontes, tem como objetivo provocar reflexões nas crianças sobre seus hábitos. “O trabalho permite que as crianças entendam e vivenciem a cidade como um todo, desconstruindo paradigmas e se propondo a mudanças diárias”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *