fbpx

NUPS da Educação Infantil realiza vivência com Instituto Olga Kos

Alunos participam de aula de karatê com crianças que fazem parte do Instituto.


O Núcleo de Projetos Sociais Lourenço Castanho (NUPS) realizou com as turmas do Infantil 4 uma integração com os alunos que participam da inclusão cultural do Instituto Olga Kos.

Acompanhados de coordenadores e professores do Instituto Olga Kos, crianças de 5 a 9 anos conheceram os pequenos alunos do Infantil 4 e realizaram algumas aulas de karatê com eles.

No primeiro momento, a professora de karatê, Katy, passou alguns exercícios de aquecimento para todos e, em seguida, alguns exercícios específicos do karatê.

As crianças do Instituto Olga Kos também apresentaram o katá, sequências de exercícios do karatê, em que a professora dita e os alunos repetem essas sequências.

Por fim, junto da psicóloga do Olga Kos, Lúcia, todos realizaram uma roda e se apresentaram, falando seus nomes e contando sobre o que acharam da atividade que tiveram. Lúcia perguntou às turmas do Infantil 4 se notaram alguma diferença na roupa que os alunos estavam usando para lutar karatê, e muitas crianças disseram que observaram que eles usavam faixas de diferentes cores.

Foi explicado para os pequenos que quando se iniciam as aulas de karatê, você começa usando a faixa branca ou, se entrou um pouco atrasado, utiliza a faixa branca e amarela. Assim que os alunos de karatê vão passando de nível, a cor da sua faixa também muda, até chegar no último nível, em que se utiliza a faixa preta, igual à das professoras que estavam presentes.

Os alunos também comentaram que fazem aula duas vezes por semana, e disseram que para treinar karatê é preciso ter muita disciplina.

Segundo Stefano Bigotti, coordenador do NUPS, a integração realizada com o Instituto Olga Kos, aumentou este ano, passando de um encontro anual para dois encontros, um no primeiro semestre e o outro no segundo. “O Instituto Olga Kos trabalha com as vertentes de artes e esporte. Então, neste ano, nós dobramos o processo, e realizaremos as duas vertentes com as crianças da Lourenço”, afirma Stefano.

Tatiana Kertesz, coordenadora na área de projetos e captação de recursos do Olga Kos, compartilha a relevância dessa atividade: “A principal importância dessa atividade é a integração, já que os alunos do Olga Kos acabam conhecendo um espaço que talvez eles nunca tivessem oportunidade, e as crianças da Lourenço conhecem uma nova modalidade do esporte”.

Ao final da aula, as crianças da Lourenço Castanho receberam medalhas e certificados e produziram, em sala de aula, com as professoras, medalhas para entregar aos alunos do Instituto Olga Kos.