fbpx

Palestra com quilombola

Elson Soares do Quilombo de Ivaporunduva realiza palestra para os 8ºs anos


No dia 8 de junho, os alunos do 8º ano tiveram a oportunidade de receber, no auditório do Ensino Médio, o professor Elson Soares, morador do quilombo de Ivaporunduva, que ministrou uma palestra para contar sobre o quilombo e fazer uma integração com os estudantes.

A atividades é uma das etapas do programa do Projeto Integrador de Série “Como conhecer o outro transforma o modo de me relacionar com o mundo”.

A série viajará para o município de Eldorado para conhecer os estudantes da Escola Estadual Maria Antônia Chules Princesa e o modo de vida das pessoas de lá.

Os alunos da Lourenço Castanho escreveram cartas para os estudantes dos 8ºs anos da Escola Chules Princesa, e Elson, quando realizou a palestra, trouxe as respostas das cartas dos alunos de lá para os nossos estudantes.

Antes de dar início à palestra, foi exibido o vídeo “Inventário cultural de quilombos do Vale do Ribeira” e conheceram um pouco sobre a organização do trabalho e como os quilombolas se relacionam.

Na palestra, Elson contou um pouco da sua história. Ele é formado em Pedagogia e História, além de ter feito mestrado e intercâmbio. Alguns alunos perguntaram o motivo de ele ter voltado a morar no quilombo, e Elson explicou que isso é importante porque estimula os outros moradores de lá a terem vontade de iniciar um estudo. Segundo Elson, atualmente mais de 15 pessoas têm formação acadêmica no quilombo.

Além de contar sobre sua vida, Elson contou da produção de alimento feito no quilombo, para que os próprios moradores consumam.  “Para nós é importante fazer esse bate-papo porque, quando os alunos forem visitar o quilombo, eles já vão chegar mais preparados e por dentro do assunto e também não irão pensar que é a mesma comunidade dos anos 80, ou que ainda existem negros de tanga e pouca roupa”, afirma Elson.

“A ideia dessa palestra é fazer com que os alunos possam conversar com alguém que vive na vida quilombola e que tenha sido criado como quilombola. Ela é interessante, pois o Elson saiu de lá por algum tempo para estudar e tem uma linguagem mais acessível aos alunos”, conta Larissa Andrade, professora de Língua Portuguesa.

Os alunos viajarão na última semana de agosto e ficarão dois dias no quilombo, conhecendo e interagindo com os alunos da Escola Chules Princesa.