fbpx

Projeto REHAB é apresentado na Conferência Scratch Brasil 2017

Os alunos do “Clube da Programação Scratch” conversaram com o criador do programa, Mitchel Resnick.


Nos dias 05, 06 e 07 de outubro, aconteceu, no Centro de Difusão Internacional da USP (Universidade de São Paulo), a Conferência Scratch Brasil 2017.

Os alunos participantes do “Clube da Programação Scratch”, uma das Ofertas Formativas Ampliadas (OFA) do Ensino Fundamental II, apresentaram o Projeto REHAB (Rehabilitation Software) no evento que aconteceu pela primeira vez no Brasil.

O evento, que aconteceu pela primeira vez no Brasil, reuniu palestrantes nacionais e internacionais, ofereceu oficinas, Mostra Interativa, mesa redonda e apresentou diversos trabalhos com base em três eixos:

– Relato de experiências na organização de Scratch Days;

– Conexões do Scratch com o mundo físico;

– Relatos de prática: o Scracth no Ensino Fundamental e na Educação Infantil.

A Conferência também proporcionou o encontro com o criador do Scracth, Mitchel Resnick.

A apresentação do trabalho da Lourenço aconteceu no dia 06 de outubro na categoria “Apresentações Relâmpago” – eixo “Conexões do Scratch com o mundo físico”.

O projeto REHAB foi desenvolvido durante as aulas da OFA cujo objetivo é auxiliar em questões de reabilitação motora por meio de programação Kinect e o Scratch.

Após o contato com o Dr. Fábio Rebelato que apresentou alguns requisitos necessários que pudessem ser utilizados na área de fisioterapia, o trabalho começou a ser mais aprofundando com os alunos.

O assessor de tecnologia educacional, Olavo Tomohisa que participou da Conferência, destacou a importância de eventos como o Scratch Brasil. “É interessante encontros como esse, porque proporcionam interações entre escolas e especialistas. Eles colaboram, principalmente, no processo de desenvolvimento do que ensinar e como ensinar”. Sobre o projeto apresentado pelos alunos da Lourenço, Olavo diz que foi muito bem elaborado: “O professor Rodrigo dirigiu muito bem o trabalho, e os alunos foram muito bem instruídos e levaram com seriedade. O projeto é muito importante porque, na vida prática, ele poderá ser utilizado e renderá resultados interessantes”, comenta.